A Defensoria Pública participou, nos dias 03 e 04 de outubro, da diligência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados nos municípios do Espírito Santo atingidos pelo rompimento da barragem de Fundão em Mariana, MG. A coordenadora Cível, Maria Gabriela Agapito, participou das reuniões realizas em Regência e Aracruz, em Vila do Riacho.

O objetivo da ação, que teve à frente o deputado federal Helder Salomão, é avaliar a situação dos atingidos, bem como acompanhar as ações de reparação de danos que estão sendo feitas pela Fundação Renova. Além de Regência e Vila do Riacho (Linhares e Aracruz), serão visitados também os municípios de São Mateus, Barra de São Francisco e Colatina.

Durante visita, que contou com a participação da deputada estadual Iriny Lopes, foram apuradas as demandas dos atingidos pelo desastre, entre as quais questões afetas à saúde mental e física, além da falta de suporte do poder público à população, bem como de reparação individual e coletiva aqueles atingidos pela lama.

“Ao final das diligências será feito um relatório da Comissão com recomendações às empresas, fundação renova e órgãos e instituições públicas para as devidas providências. Esta é a segunda diligência da Comissão e o relatório será complementar ao que já foi apontado em uma visita anterior”, explica Maria Gabriela. A presidente da Adepes Mariana Sobral também acompanhou a atividade.