Em seu discurso de boas-vindas aos novos defensores públicos, o defensor geral do Estado, Gilmar Alves Batista, fez uma reflexão do momento político-social do Brasil e do papel da Defensoria Pública na garantia dos direitos. Segundo Batista, o País vive um momento crucial de defesa dos direitos da população vulnerável. “Isso porque estamos vivendo um momento conturbado, no qual observamos violações graves dos direitos humanos e é exatamente neste momento delicado que a sociedade mais precisa da Defensoria Pública”.

A afirmação do defensor geral também foi compartilhada pelos seis novos defensores públicos que ingressaram na carreira nesta sexta-feira (22), em Vila Velha. Andressa Gusmão Zotteli, Edmundo Andrei Neto, Marcio Medeiros de Miranda, Marina Dalcolmo da Silva, Marina Leão Murta dos Reis e Tiago Luiz Bianco Pires Dias foram empossados durante a sessão ordinária do Conselho Superior, cercados pelas famílias e amigos. Ao todo, a Defensoria Pública Estado conta agora com 168 defensores, sendo que 18 tomaram posse entre fevereiro e novembro deste ano.

Confira os depoimentos dos novos defensores:

 

dsc_0544 “A Defensoria é um passo elementar na minha vida e é parte da minha trajetória. Tenho essa empatia com a Instituição, porque ela é parte do meu caminho, é o máximo profissional, o ponto que sempre sonhei alcançar e estou realizado com essa conquista”, Marcio Medeiros de Miranda.

 

dsc_0556“Entrar na Defensoria é um sonho que tenho desde a faculdade. Descobri na Instituição a minha vocação, algo que não encontrei em outra carreira. Entendo o papel do defensor público como o de transformador social e farei o possível para fazer a diferença na vida dos cidadãos do Estado que precisam da Defensoria Pública”, Marina Leão Murta dos Reis.

 

dsc_0560 “Ingressar na Defensoria Pública é um sonho de sete anos realizado, no qual posso ser um agente de transformação social na luta por mais igualdade, mais direitos e vida digna, que é essencial, e todo cidadão merece ter. Quero ajudar a construir uma sociedade mais justa e a Defensoria vai me dar essa possibilidade”, Edmundo Andrei Neto

 

dsc_0562 “Esse é um dia especial, o fim de uma jornada de luta e que para mim tem um significado ainda mais especial, porque eu já fui assistido da Defensoria Pública no meu estado de origem, o Rio de Janeiro. Eu sei o que é estar do outro lado e precisar de uma instituição como esta, que é uma casa cidadã que nos permite lutar por direitos e mais justiça. Na Defensoria, tenho sentimento de agradecimento de vida e de encontro com minha vocação profissional, pois vou poder fazer por outras pessoas o que foi feito no passado por mim”, Tiago Luiz Bianco Pires Dias.

 

dsc_0568 “Este é um sonho realizado, pois lutei muito para chegar aqui e agradeço a Deus pelo sucesso dessa jornada. Contamos muito com o apoio do defensor geral, que esteve ao nosso lado durante todo o processo esforçando-se para nomear mais candidatos aprovados. É muito gratificante estar aqui hoje, nesta Instituição que tem um importante papel social e para a qual eu espero poder fazer um bom trabalho daqui por diante”, Marina Dalcolmo da Silva.

dsc_0571“Ingressar na Defensoria Pública é a realização de um sonho, pelo qual lutei muito. É, também, a oportunidade de dar voz àqueles que mais necessitam”, Andressa Gusmão Zotteli.