NUDECON: com Correios em greve, consumidor deve ficar atento ao vencimento de contas e boletos

Os Correios entraram em greve desde o dia 26 de abril e segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) a paralisação é por tempo indeterminado, caso as negociações não avancem.

Isso significa que os consumidores precisam ficar atentos para não serem surpreendidos com a ausência da entrega de boletos e contas.

“Caso os boletos não sejam entregues antes da data de vencimento, em razão da greve dos correios, o consumidor deve buscar outras formas de efetuar o pagamento como, por exemplo, fazendo a solicitação de uma segunda via por email, para evitar multas e juros”, orienta o defensor público Luiz Cesar Coelho, do Núcleo de Defesa do Consumidor da DPES (Nudecon).

Planejamento

O ideal é que o consumidor faça um planejamento do pagamento das contas, observando a época em que elas costumam chegar.

planejamento-contas

Se notar que o prazo do vencimento está próximo e o boleto não chegou, o cidadão deve se antecipar, entrando em contato com o SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) da empresa emissora da conta e solicitar uma outra forma de realizar o pagamento: segunda via do boleto, sem os juros, entrega da cobrança por e-mail ou fax, depósito bancário ou código de barra para pagamento em caixa eletrônico.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), caso não seja possível outra forma de pagamento, inclusive após contato com o fornecedor, a dívida não poderá ser cobrada com juros e multa.

.

Informações à Imprensa:

Assessoria de Imprensa e Comunicação Social da DPES

Alan Rodrigues Costa – comunicacao@dp.es.gov.br

Tels.: 3198-3300 (ramal 3010) / 98817-6381